Revista de imprensa
Grândola: Câmara e sindicato assinam acordo coletivo de trabalho PDF Imprimir e-mail
21-Fev-2014

Fonte: Região Sul Online

A Câmara de Grândola assinou um Acordo Coletivo de Entidade Empregadora Pública (ACEEP) com o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), que fixa o horário normal de trabalho em 35 horas semanais, informou hoje o município.
O acordo, segundo a autarquia, "demonstra a posição clara do município na defesa dos direitos laborais consagrados".
A Câmara de Grândola considera que o aumento do horário de trabalho para as oito horas diárias e 40 semanais "não é sinónimo de aumento de produtividade".

 
Município de Palmela contesta aumento do horário de trabalho na função pública PDF Imprimir e-mail
12-Nov-2013

MOÇÃO SOBRE O ASSUNTO APROVADA POR MAIORIA NA ÚLTIMA REUNIÃO PÚBLICA

Fonte: Diário da Região

A moção mereceu apenas o voto contra do vereador do PSD/CDS-PP, Paulo Ribeiro, para quem a aplicação da lei é "uma questão de igualdade" A Câmara Municipal de Palmela aprovou, por maioria, na última reunião pública, uma moção contra o aumento do horário de trabalho de 35 para 40 horas semanais na função pública.

 
Fundador do euro pede fim da moeda única para deixar o Sul recuperar PDF Imprimir e-mail
18-Jul-2013

Fonte: Público

Ex-ministro das Finanças alemão critica política salarial de Merkel, acusando-a de ser uma das responsáveis da crise na Europa.

Oskar Lafontaine, um dos fundadores do euro quando era ministro das Finanças da Alemanha, pediu o fim do euro para deixar os países do Sul recuperarem. E sublinha que "os alemães ainda não perceberam que o sul da Europa, incluindo a França, será forçado pela sua miséria actual a lutar, mais cedo ou mais tarde, contra a hegemonia alemã".

 
Contrato polémico do BPN leva BIC a exigir ao Estado cerca de 100 milhões PDF Imprimir e-mail
15-Jul-2013

Fonte: Público

O grupo luso-angolano, que pagou 40 milhões de euros pelo BPN, enviou para o Tesouro facturas de cerca de 100 milhões de euros ao abrigo do contrato de execução assinado com a actual ministra das Finanças.

 
Câmara quer fazer estudo para decidir regresso da água e saneamento ao município PDF Imprimir e-mail
15-Jul-2013

Fonte: Região de Águeda

O executivo municipal aprovou, por unanimidade, uma proposta do presidente da Câmara, Gil Nadais, para que se realize um estudo para se avaliar a possibilidade da água e saneamento voltar a ser gerida pelo Município de Águeda. Esta proposta presidencial acrescenta o estudo a uma proposta inicial de Manuel Marques, vereador do PSD, que em reunião anterior solicitou o agendamento formal da saída do município de Águeda da AdRA – Águas da Região de Aveiro.

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 | Seguinte > Final >>

Resultados 6 - 10 de 14
SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.