Ano 2006
Segundo dia acentua sentimento de revolta PDF Imprimir e-mail
09-Nov-2006

UMA GREVE QUE NÃO SE PODE CALAR

A segunda noite da Greve Geral da Administração Pública confirma e acentua o sentimento de revolta dos trabalhadores da Administração Local contra a política do Governo. A recolha de lixo está novamente paralisada em todo o País, registando-se consideráveis aumentos na adesão dos trabalhadores.

 

Ler mais...
 
Administração Local fortemente mobilizada PDF Imprimir e-mail
09-Nov-2006

  GREVE GERAL DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A primeira noite da Greve Geral da Administração Pública regista uma adesão quase total na recolha de lixo em todo o País, deixando antever uma forte paralisação no sector para os próximos dois dias.

 

Ler mais...
 
Grande descontentamento dos trabalhadores PDF Imprimir e-mail
09-Nov-2006

GREVE GERAL DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Os primeiros dados sobre a adesão à Greve, recolhidos durante a noite e início da manhã, demonstram, claramente, o repúdio dos trabalhadores contra a brutal ofensiva do Governo.
 

Ler mais...
 
STAL responsabiliza a Câmara do Porto PDF Imprimir e-mail
02-Nov-2006

FALTA DE LIMPEZA NOS CEMITÉRIOS

A Câmara Municipal do Porto convocou menos trabalhadores do que os habituais, para assegurar os serviços durante o dia 1 de Novembro, nos cemitérios do Prado de Repouso e de Agramonte, o que resultou na falta de limpeza dos dois cemitérios.

 

 
«Prevenir o presente, garantir o futuro!» PDF Imprimir e-mail
20-Out-2006

 I ENCONTRO REGIONAL DE SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO

A sinistralidade laboral e as doenças profissionais são alguns dos temas que estão hoje em debate no I Encontro Regional de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, que começou às 9h30, no Auditório da Junta de Freguesia da Sé, em Bragança.

 

Ler mais...
 
85% condenam política do Governo PDF Imprimir e-mail
11-Out-2006

ADESÃO À GREVE SOBE NO SEGUNDO DIA

Com ligeiras subidas na maioria dos locais de trabalho, que variam entre os cinco e os quinze porcento, a Greve Geral da Administração Pública afirma inequivocamente a condenação dos trabalhadores da Administração Local à política do Governo contra os seus direitos e contra os serviços públicos.

 

Ler mais...
 
Frente Comum contesta medidas anunciadas pelo Governo PDF Imprimir e-mail
26-Set-2006

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A Frente Comum enviou ontem uma nota à comunicação social onde acusa o Governo de José Sócrates de continuar «o seu ataque brutal aos trabalhadores da Administração Pública e ao Povo Português e a colocar-se fora da lei».

 

Ler mais...
 
Manifesto pelos serviços públicos PDF Imprimir e-mail
18-Set-2006

GARANTIR A EQUIDADE, A JUSTIÇA SOCIAL E A UNIVERSALIDADE

O Manifesto pelos serviços públicos, integrado na Campanha Europeia «Serviços Públicos de Qualidade, Qualidade de Vida» da FSESP/EPSU (Federação de Sindicatos Europeus de Serviços Públicos), foi hoje apresentado em Conferência de Imprensa, numa acção conjunta do SINDEL, SINTAP, STAL e STE.

 

Ler mais...
 
Sindicatos apresentam manifesto em conferência de imprensa PDF Imprimir e-mail
15-Set-2006

CAMPANHA EUROPEIA PELOS SERVIÇOS PÚBLICOS

Os sindicatos portugueses filiados na Federação de Sindicatos Europeus de Serviços Públicos (FSESP/EPSU) apresentam na próxima segunda-feira, 18 de Setembro, um Manifesto em defesa dos serviços públicos, numa Conferência de Imprensa a realizar no Hotel Altis, em Lisboa, às 10.30 horas.
 

Ler mais...
 
Aumentos de 5% para 2007 PDF Imprimir e-mail
15-Set-2006

CIMEIRA DA FRENTE COMUM

PROPOSTA REIVINDICATIVA 2007


1) Matéria Salarial e Prestações pecuniárias

1.1) Actualização dos salários e pensões em 5%, com a garantia de um aumento mínimo de 50 euros;
1.2) Eliminação gradual da diferença entre o valor do Índice 100 das carreiras do regime geral e o valor do Salário Mínimo Nacional (SMN), feita em 4 anos a iniciar em 2007, de modo a que em 2010 o valor do Índice 100 não seja inferior a 500 €, como proposto pela CGTP-IN para o SMN;

1.3) Actualização do subsídio de refeição para 6 euros;

1.4) Actualização das restantes prestações pecuniárias, incluindo as da ADSE, em 10%;

1.5) Actualização dos escalões de IRS em 10%;

1.6) Recusa de qualquer congelamento dos suplementos remuneratórios;

1.7) Aplicação automática dos aumentos salariais a todos os trabalhadores da Administração Pública e abertura dos processos negociais para os trabalhadores consulares, das embaixadas e dos estabelecimentos fabris das forças armadas, sem ficarem dependentes de cabimentação orçamental;

1.8) Regulamentação e aplicação do suplemento de risco, penosidade e insalubridade, previsto no D.L. 53-A/98, de 11 de Março.

 

Ler mais...
 
Frente Comum repudia medidas do Governo PDF Imprimir e-mail
24-Ago-2006

AUMENTO DOS CUSTOS DE SAÚDE

A Frente Comum condena, numa carta enviada ao Primeiro-Ministro, o aumento dos custos de saúde aos trabalhadores e aposentados da Administração Pública (beneficiários da ADSE) e a falta de negociação destas propostas com os sindicatos.
 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 | Seguinte > Final >>

Resultados 12 - 22 de 63

SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.