Motoristas de pesados duplamente penalizados PDF Imprimir e-mail
10-Mai-2013

cartabertareforma6.png FECTRANS, STAL, STML CONTESTAM AUMENTO DA IDADE DA REFORMA EM CARTA ABERTA AO PRIMEIRO-MINISTRO

A intenção do governo de aumentar a idade da reforma para os 66 anos constitui um inaceitável ataque ao elementar direito dos trabalhadores à aposentação e a pensões dignas, para as quais descontam durante longos anos de trabalho. No caso dos motoristas de pesados esta medida representa uma dupla penalização, já que estão impedidos de prolongar a sua vida activa pelo facto de a respectiva carta de condução caducar aos 65 anos.

A FECTRANS – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, o STAL – Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional e o STML – Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa exigem, em carta aberta dirigida ao primeiro-ministro, a diminuição da idade da reforma para aqueles profissionais pondo cobro a esta gritante injustiça.

No documento, entregue dia 8 na residência oficial do primeiro-ministro, os três sindicatos solicitam uma audiência com carácter de urgência com vista a serem encetadas negociações para dar respostas às justas reivindicações dos trabalhadores.

Ver Carta Aberta 

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.