Consagrar direitos e regalias PDF Imprimir e-mail
14-Jul-2006

GREVES NA ÁGUAS DA COVILHÃ

Os trabalhadores da Águas da Covilhã concluem hoje o primeiro ciclo de greves, iniciado na segunda-feira, 10, em defesa de um acordo de empresa que salvaguarde os direitos e regalias nesta recém-criada entidade municipal.

 

Ao longo da semana, a paralisação afectou a primeira hora de cada turno, bem como todo o trabalho extraordinário. Já para a próxima sexta-feira, 21, o STAL convocou nova greve, que desta vez paralisará o serviço durante 24 horas.

Desde a transformação dos antigos SMAS em empresa municipal, formalizada em 1 de Abril, que o STAL e os trabalhadores exigem a negociação de um acordo para, entre outras matérias, garantir o direito de opção entre os quadros da Águas da Covilhã (AdC) e da autarquia.

A uniformização de tabelas salariais, dos horários de trabalho e dos subsídios dos trabalhadores com vínculo público e privado são outros aspectos que o Sindicato pretende que fiquem salvaguardados na convenção.

Melhorar condições

As precárias condições em que laboram muitos trabalhadores da empresa são outro dos motivos para a convocação do protesto. Na semana passada, em plenário realizado no sector da recolha de lixo da empresa foi aprovada uma moção que aponta um conjunto de reivindicações mais de duas dezenas de falhas na área da segurança, higiene e saúde no trabalho.

O documento, que foi enviado ao presidente da Câmara, à administração da empresa e ao Ministério do Trabalho, refere em particular a inexistência de serviços de medicina no trabalho, o incumprimento de normas elementares de segurança e higiene e a ausência plano de evacuação e combate a incêndios.

Os trabalhadores queixam-se também da falta de equipamentos de protecção individual, caso de botas ou luvas, e do estado degradante e insalubre dos vestiários e balneários.

 

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.