STAL acusa secretário de Estado de fugir ao diálogo PDF Imprimir e-mail
07-Mar-2008

MILHARES VÃO MANIFESTAR-SE DIA 12 CONTRA O REGIME DE CARREIRAS

Uma delegação do STAL deslocou-se hoje, sexta-feira, 7, à Secretaria de Estado da Administração Local para manifestar o seu protesto pela incapacidade de diálogo do governo e condenar vivamente as medidas gravosas que decorrem do novo regime de vínculos carreiras e remunerações recentemente promulgado pelo Presidente da República.

Num ofício hoje entregue ao secretário de Estado adjunto e da Administração Local, o STAL (Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local), acusa este membro do governo de fugir sistematicamente ao diálogo e recusar qualquer tipo de discussão sobre os problemas que afectam os trabalhadores do sector.

Nos três anos que leva como titular do cargo, o responsável pela tutela da Administração Local apenas efectuou duas reuniões com representantes do STAL, não tendo no essencial resolvido nenhum dos problemas colocados pelo Sindicato, nem respeitado os compromissos então assumidos.

Atitude arrogante e negligente

O caderno reivindicativo apresentado, em 8 de Junho de 2005, foi simplesmente ignorado pelo Governo, bem como as suas propostas designadamente sobre bombeiros, pessoal da protecção civil e trabalhadores das associações humanitárias; sistema integrado de avaliação (SIADAP) ou vínculos e carreiras.

O STAL considera que a atitude arrogante e negligente do Secretário de Estado em relação à opinião e propostas sindicais tem lesado seriamente os interesses dos trabalhadores e prejudicado o bom funcionamento das autarquias.

Foi o que se passou, por exemplo, com a aplicação do SIADAP à Administração Local, feita de forma apressada e irracional, designadamente pela imposição de quotas, pela obrigação de as autarquias definirem objectivos dos trabalhadores em cerca de oito dias e pela extensão desse regime às freguesias, que não tinham condições para o aplicar de forma minimamente rigorosa e justa.

Esta situação foi de resto previamente reconhecida pelo próprio Secretário de Estado, que se comprometeu, sem nunca ter cumprido, a tomar medidas no sentido de evitar a aplicação do referido regime às freguesias.


Manifestação Nacional dia 12

A missiva sindical informa ainda o governo de que, na próxima quarta-feira, dia 12, milhares de trabalhadores da Administração Local vão concentrar-se na Praça do Comércio, a partir das 14.30 horas, seguindo depois em desfile para a residência oficial do primeiro-ministro.

A jornada, inserida na semana de luta dos Sindicatos da Administração Pública, destina-se a protestar contra o ataque aos direitos dos trabalhadores e a condenar, em particular, o novo regime de vínculos carreiras e remunerações, a redução continuada do poder de compra, a política de desmantelamento dos serviços públicos e a sua entrega à exploração privada.


Lisboa, 7 de Março de 2008



A Direcção Nacional do STAL



Nota: A Direcção Nacional do STAL, hoje reunida, aprovou uma declaração sobre a tabela salarial da Administração Pública difundida pelo Governo junto dos órgãos de comunicação social, que poderá ser consultada em www.stal.pt.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.