Detenção de sindicalistas portugueses é inaceitável! PDF Imprimir e-mail
20-Jan-2011

COMUNICADO DE IMPRENSA DA FEDERAÇÃO SINDICAL EUROPEIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS

(19 de Janeiro) A Federação Sindical Europeia dos Serviços Públicos (FSESP) e a Internacional de Serviços Públicos (ISP) condenam veementemente a prisão de líderes sindicais e activistas durante uma manifestação em frente à residência oficial do Primeiro-Ministro de Portugal, na terça-feira 18 de Janeiro de 2011.

Tomámos conhecimento que a polícia exerceu agressão física contra sindicalistas tendo detido dois dirigentes sindicais que foram levados para a esquadra da polícia. Um dos detidos é José Manuel Marques, vice-presidente do Comité da Administração Local e Regional e membro do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) filiado na CGTP e membro da ISP e da FSESP.
 
A FSESP e a ISP estão chocadas com o facto de estes sindicalistas terem sido aparentemente abordados pela polícia no local do incidente enquanto exerciam pacificamente o seu direito democrático de protesto.

A FSESP e a ISP condenam veementemente esta agressão por parte do Estado Português. Pensam que ela é um obstáculo ao direito dos trabalhadores a se expressarem livremente e a protestarem contra os seus governos quando estes unilateralmente impõem cortes salariais aos trabalhadores da administração pública.

 A FSESP e a ISP, tomarão todas as medidas necessárias e adequadas para apoiar os nossos membros relativamente ao julgamento que terá lugar a 31 de Janeiro.

Exigimos uma imediata explicação, por parte das autoridades portuguesas, sobre esta agressão levada a cabo contra um dirigente e activistas sindicais membros de um dos sindicatos portugueses nosso filiado.

icon 19-01-2011 - Comunicado Imprensa - EPSU - Versão Original (245.37 kB) 

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.