Governo e PR colocam-se fora da lei. Tribunal Constitucional confirma mas... permite PDF Imprimir e-mail
06-Jul-2012

FRENTE COMUM

A Frente Comum da Administração Pública considera que no acórdão sobre a inconstitucionalidade dos roubos dos subsídios de férias e de Natal, o Tribunal Constitucional «pretende mostrar-se tecnicamente isento mas, em simultâneo, permitir a continuação da assumida inconstitucionalidade e dar uma mãozinha ao Governo, beneficiário deste roubo, e ao Presidente da República».

icon 06-07-2012 - Nota de Imprensa da Frente Comum _ Roubos são inconstitucionais (79.59 kB)

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >

SEDE NACIONAL
Lisboa

Rua D. Luís I, 20 F
Tel: 210958400 | Fax: 210958469
Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
©2012 STAL, todos os direitos reservados.