Carta Aberta do STAL propõe intermunicipal
21-Fev-2013

Desfile Loures ÁGUA, SANEAMENTO E RESÍDUOS EM ODIVELAS

As Comissões sindicais do STAL do município de Loures entregaram uma Carta Aberta aos membros da Assembleia Municipal, Presidente e Vereadores da Câmara Municipal e Presidentes das Juntas de Freguesia do Concelho, apelando «à consciência de cada um» para o empenho na construção de uma solução que «garanta o presente e viabilize o futuro» dos serviços públicos de água, saneamento e resíduos sólidos em Loures e Odivelas, o que passa, para aquela estrutura do sindicato, pela criação de uma empresa intermunicipal.

Em defesa dos Serviços Municipalizados,  dos serviços públicos de abastecimento de água, saneamento e recolha de resíduos e dos postos de trabalho, largas centenas de trabalhadores do município de Loures participaram ontem, 20,  num plenário nas oficinas municipais, de onde saíram em desfile para a reunião da Câmara Municipal.

Em sequência da decisão da Câmara Municipal de Odivelas entregar aos privados a água, o saneamento e os resíduos, os trabalhadores do município, vendo o seu posto de trabalho em risco e preocupados com o seu futuro, questionaram o executivo municipal e exigiram-lhe que passe das palavras aos actos, empenhando-se com firmeza e utilizando todos os meios ao seu alcance para evitar a destruição dos Serviços Municipalizados e garantir a manutenção de mais de 1000 postos de trabalho.

O trabalhadores, que no próximo dia 27 de Fevereiro acompanharão a discussão dos Serviços Municipalizados na reunião da Assembleia Municipal de Loures que nesse dia se realiza, acreditam que é necessário o diálogo e a procura conjunta de soluções, pelo que o STAL propõe-se integrar «uma equipa de mediadores que viabilize o diálogo entre os dois municípios» e considera que a solução passa pela criação de uma empresa intermunicipal.

Ver carta aberta