STAL saúda a vitória da democracia económica e social
17-Ago-2004

 REFERENDO NA VENEZUELA

O STAL, Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local, saúda calorosamente os trabalhadores e o povo da Venezuela pelos resultados inquestionáveis do referendo realizado no passado dia 15, que representam a consolidação de um projecto de sociedade mais justa, livre e democrática naquele país.

 

Reconhecidos pela generalidade dos observadores internacionais, os resultados do referendo permitem a continuação do Presidente Hugo Chavez no cargo para que foi eleito democraticamente e reforçam o projecto de uma sociedade em que o povo e os mais desfavorecidos serão protegidos.

O STAL, que contou com a participação do seu Presidente, Francisco Brás, como observador neste referendo, em representação do CPPC, Conselho Português para a Paz e Cooperação, regista o civismo, a alegria e a disponibilidade do povo venezuelano para a participação em todo o processo e condena a campanha destabilizadora que alguns insistem em levar por diante, nomeadamente os Estados Unidos da América.

Tal como a generalidade dos observadores presentes, o representante do STAL e do CPPC registou um profundo civismo em todo o processo de votação, manifestado não só pelos eleitores mas também pelos próprios membros das mesas eleitorais.

O STAL confia que o modelo de sociedade pretendido pela esmagadora maioria do povo venezuelano tem agora condições reforçadas para se desenvolver, dando origem à construção de uma efectiva democracia económica e social.