Lei da greve violada no Município de Loures
03-Fev-2011

EMPRESA PRIVADA RECOLHE LIXO ILEGALMENTE

Os trabalhadores do município de Loures estão neste momento a impedir que uma empresa privada continue a recolher ilegalmente lixo nas ruas de Loures e Odivelas. Foi solicitada a intervenção da PSP e o STAL pretende responsabilizar criminalmente os responsáveis por este acto anti-democrático que viola a lei da greve.

Desde o início da manhã que têm vindo a chegar ao STAL informações de recolha de lixo efectuado por empresas privadas nos concelhos de Odivelas e Loures, no sentido de minorar os impactos da greve que os trabalhadores do Município de Loures levam a cabo desde a passada terça-feira, 1 de Fevereiro.


Desconhecendo-se ainda os responsáveis pela contratação destas empresas, algumas informações adiantam no entanto que poderão ser a Câmara Municipal de Odivelas e alguns presidentes de Junta de Freguesia.

Neste momento está bloqueada uma das referidas viaturas e foi solicitada a intervenção da PSP, no sentido de identificar os responsáveis por este acto ilegal e anti-constitucional, que viola grosseiramente a lei da greve.

O STAL declara que agirá criminalmente contra os responsáveis pela contratação destas empresas e desde já os responsabiliza por quaisquer confrontos que se possam verificar.

 

Notícias relacionadas:

STAL condena intervenção das forças policiais