IncongruÍncias legislativas penalizam reformas
09-Jul-2012

MOTORISTAS DE PESADOS DE PASSAGEIROS E DE MERCADORIAS

O STAL, a FECTRANS e o STML reclamam do Governo a revogação da aplicação do factor de sustentabilidade baseado na esperança média de vida às pensões de reforma dos motoristas, exigindo particularmente a alteração do Decreto-Lei n.º 187/2007. Os três sindicatos consideram que a aplicação da actual fórmula prejudica gravemente os motoristas, pois se por força de lei não podem conduzir veículos pesados a partir dos 65 anos, é inadmissível que se lhes reduza o valor da reforma por não poderem trabalhar a partir desse momento.   

icon 07-07-2012 - Comunicado conjunto - STAL-STML-FECTRANS (273.43 kB)